Viva com Saúde

Viva com Saúde

notícias e destaques

(28/03/2017) - SAIBA MAIS SOBRE ÓLEO DE PRÍMULA

 O óleo de prímula é extraído das sementes da planta cujo nome cientifico é Oenothera biennis (Onagraceae), também conhecida como prímula ou estrela da tarde, devido a suas flores desabrocharem ao entardecer. A planta é originária da América do Norte e tem sido utilizada da medicina indígena para fins terapêuticos

Ele é rica em ácidos graxos poli-insaturados, gorduras boas, que podem proporcionar muitos benefícios a nossa saúde. Alguns dos pontos positivos do óleo de prímula são:

     controlar os níveis de colesterol

     aliviar os sintomas da TPM e menopausa

     hidratar a pele 

     reduzir a pressão arterial.

 

Nutrientes do óleo de prímula;

 

O óleo de prímula apresenta uma grande quantidade de ácidos graxos essenciais, aqueles que o nosso corpo não consegue produzir, especialmente o ácido gama linolênico (GLA).

O GLA é um ácido graxo tri-insaturado que ajuda a diminuir a inflamação crônica, podendo ser um grande aliado no tratamento de doenças reumáticas. Este ácido graxo também favorece a saúde cardiovascular, auxilia na diminuição dos níveis de colesterol e no tratamento e prevenção do diabetes, eczema atópico, hipertensão, alcoolismo e síndrome pré-menstrual.

O óleo de prímula também conta com ácido linolênico, ácido esteárico, ácido palmítico e ácido oleico. Estes ácidos graxos insaturados possuem ação anti-inflamatória, ajudam a regular os níveis de colesterol no nosso sangue favorecendo a saúde cardiovascular, atuam no controle da pressão arterial, entre outros.

Benefícios em estudo do óleo de prímula;

 

·         Alivia a TPM e a menopausa

·         Bom para a pele

·         Reduz sintomas da dermatite

·         Controla a hiperatividade infantil

·         Reduz a pressão arterial

·         Controla os níveis de colesterol

·         Bom para quem tem câncer de mama

·         Aliado dos ossos

Ácido gama-linolênico é o precursor do ácido di-homo-gama-linolênico (ADHGL),  que por sua vez podem originar as prostaglandinas da série 1 (PGE 1). Ao contrário das prostaglandinas pré-inflamatórias da série 2, derivadas do ácido araquidônico (óleos comuns) as de série1 exercem pronunciados efeitos anti-inflamatórios; além disso, bloqueiam a formação de leucotrienos nocivos que intensificam a inflamação.

A sintomatologia da tensão pré-menstrual nas mulheres, como irritabilidade, câimbras e dores nos seios, é um exemplo clássico do efeito terapêutico do óleo de prímula, regulando hormônios sexuais femininos e geralmente eliminando essa sintomatologia após 3 meses de administração.

A deficiência ou ausência dos precursores das prostaglandinas pode predispor a distúrbios orgânicos que promovem o envelhecimento precoce, o ressecamento da pele e os distúrbios cardiovasculares, como hipertensão arterial e hipercolesterolemia.

Poucos alimentos são fornecedores diretos de ácidos graxos essenciais em quantidades adequadas para produzir esses precursores, daí a importância da suplementação alimentar.

óleo de prímula:

Ácidos graxos >> Precursores das prostaglandinas

Prostaglandinas >> Precursoras dos hormônios

Hormônios >> Precursores da vida

 

 

 

Viva com Saúde, produtos naturais Anew

Travessa Sílvia Paes, 18, Sala 103, Cidade Alta, Bento Gonçalves | RS, (54) 3452 2611